Trabalhe Conosco

Venha crescer junto com a gente

imprimir

Comunicado de processo seletivo

01345/2018 - Processo Seletivo SESI/SC - Lages - Técnico em Segurança do Trabalho

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO

Vaga: 01345/2018

O Sistema FIESC - FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DE SANTA CATARINA - torna público processo seletivo para atuar no SESI (Lages), observados os requisitos mínimos constantes a seguir.

Inscrições: 14/08/2018 a 23/08/2018

PERFIL DO CARGO REQUISITADO:

Cargo: Técnico-Especialista
Função: Técnico em Segurança do Trabalho -
Área de Atuação: Saúde - Saúde e Segurança do Trabalho -
Escolaridade mínima: Tecnico
Registro no SRTE
Técnico em Segurança do Trabalho
Superintendência Regional Trabalho e Emp

Experiência mínima: 06 meses de experiência atuando como Técnico em Segurança do Trabalho.


Para pessoas com deficiência e reabilitados que se candidatarem, o tempo de experiência não será exigido.

INFORMAÇÕES DA VAGA:

Carga horária mensal: 100,00
Horário: À definir.
Tipo de contrato: Mensalista
Prazo do contrato: Prazo indeterminado
Salário: R$ 1.029,16
Número de vagas: 1
Possuir CNH categoria B e disponibilidade para deslocamentos na região. Será feita conferência do documento na etapa presencial do processo seletivo.

O presente processo pode ser utilizado para contratação de carga horária superior, com salário proporcional a exemplo do que segue:

- Para atuação de 30 horas semanais: R$ 1.543,75
- Para atuação de 44 horas semanais: R$ 2.264,16

A contratação e a carga horária estão vinculadas à demanda da unidade.

BENEFÍCIOS:
Plano de Saúde; Convênio FarmaSESI; Convênio Odontológico; Seguro de Vida em Grupo; Auxílio Creche; Ticket Alimentação ou Refeição (nos dias de carga horária igual ou superior a 6h); Plano de Previdência Privada; Programa de Participação nos Resultados-PPR.



Descrição da função:
1. Executar levantamento técnico ambiental nas empresas, sob a supervisão do Médico do Trabalho ou do Engenheiro de Segurança do Trabalho;
2. Auxiliar o Engenheiro de Segurança do Trabalho na realização do levantamento de riscos ambientais e na elaboração de relatórios, mediante apoio técnico;
3. Elaborar o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) das empresas clientes, conforme a legislação do Ministério do Trabalho e Emprego;
4. Auxiliar o Engenheiro de Segurança do Trabalho no levantamento de dados referentes a acessibilidade física e os postos de trabalho;
5. Ministrar Cursos de Formação de Cipeiros, conforme a metodologia e as diretrizes organizacionais;
6. Ministrar aulas, cursos e palestras da área de Segurança do Trabalho;
7. Auxiliar no cumprimento das metas financeiras e físicas da área;
8. Cumprir os procedimentos operacionais do SESI, seguindo o Manual de Saúde e Segurança do Trabalho, para manter o padrão de qualidade dos documentos e dos serviços;
9. Assessorar, tecnicamente, as empresas e indústrias, conforme as cláusulas contratuais e os manuais de orientações;
10. Zelar pela conservação e pela manutenção de equipamentos utilizados na prática profissional, instalações, mobiliários e unidades móveis de audiometria, quando for o caso;
11. Zelar pela confiabilidade e pela segurança dos documentos e das informações relacionadas aos clientes, através da atuação ética, conforme as normas de conduta da organização;
12. Executar outras atividades correlatas a critério do superior imediato.


1. PROCESSO SELETIVO:

1.1 O processo seletivo será composto pelas seguintes etapas de avaliação:

Análise Curricular: verificação da adequação dos candidatos ao perfil mínimo descrito em Comunicado. Seguem para a próxima etapa os currículos que atendem aos requisitos descritos para escolaridade, formação e experiência no perfil da vaga.

Observação: Quando houver mais de 50 (cinquenta) currículos que atendam ao perfil mínimo exigido, fica a critério do Sistema FIESC realizar uma classificação dos currículos, considerando a experiência dos candidatos.
Observação: será pontuado com meio ponto (0,5) cada ano de experiência vinculada a função.

Não serão selecionados Currículos de candidatos menores de 18 anos para funções com jornadas noturnas ou que sejam consideradas perigosas ou insalubres.

Os candidatos aprovados na Avaliação Curricular deverão apresentar-se para a1ª etapa presencial munidos de documento com foto e diploma ou certificado de conclusão da titulação exigida. O comprovante de conclusão de curso deverá ser expedido por instituição oficinal de ensino devidamente reconhecida pelo MEC. O candidato que não apresentar o(s) documento(s) requerido(s) em comunicado de processo seletivo, deve assinar uma declaração comprometendo-se a apresentá-lo(s) dentro do prazo estipulado, que deve ser no máximo 1 hora antes da divulgação do resultado da presente etapa. Caso não apresente a comprovação até a data e horário estipulados, o candidato será desclassificado do processo seletivo.


Avaliação Teórica:
NR 01 - OS;
NR 05 - CIPA;
NR 06 - EPIs;
NR 07 - PCMSO;
NR 09 PPRA;
NR 10;
NR 15 - Atividades e operações insalubres;
NR 16 - Atividades e operações perigosas;
NR 23 - Proteção contra incêndio;
IN CBMSC 28 - Brigada de incêndio;
IN CBMSC 31 - Plano de emergência;
NR 35;
Acidentes de trabalho; NTEP; FAP; LTCAT; PPP; Afastamentos previdenciários; Legislação de Saúde e Segurança do Trabalho; Avaliações e controle de riscos físicos, químicos, biológicos, ocupacionais e ergonômicos; Ações educativas em saúde e segurança do trabalho; Acidentes de trabalho: ações de investigação,
registro e controle de incidentes e acidentes de trabalho; Doenças ocupacionais; Documentações; e-Social.




Avaliação Prática :
A prova prática consistirá em um estudo de caso relativo às atividades diárias do profissional.

Critérios de avaliação: Conhecimento técnico; Comunicação e Interação; Planejamento e Organização; Orientação para o Resultado.

Tempo de prova: 40 minutos para solução do estudo de caso e 10 minutos para apresentação e 15 minutos para arguição da banca.

As apresentações individuais à banca acontecem usualmente por ordem alfabética, sendo assim, o intervalo entre as apresentações é de aproximadamente 30 minutos.

Observações:
- Se houver um grande número de candidatos aprovados na etapa de Prova Teórica, a Prova Prática poderá ser realizada também no dia 30/08 pela manhã e os horários dos candidatos serão informados via errata de processo seletivo;

- Caso seja aplicado o filtro de candidatos previsto no item 3.2 do comunicado do processo seletivo, conforme o número de participantes e/ou em caso de não aprovação de candidatos na etapa de prova prática, os próximos candidatos poderão ser chamados por ordem de pontuação para participar do processo de seleção. Se realizado, a divulgação será realizada via errata e pelo e-mail cadastrado no currículo do candidato.





ATENÇÃO: Os horários de realização das provas estarão disponíveis por meio de errata de processo seletivo.

CRONOGRAMA:

Avaliação Curricular
De: 24/08/2018 às 08:00
Divulgação do Resultado: 24/08/2018 às 11:00

Avaliação Teórica
De: 27/08/2018 às 18:00
Divulgação do Resultado: 28/08/2018 às 11:00
Local de realização: SESI Lages - Rua Campos Salles, 1588, Gethal - CEP: 88520-290 - SC - Lages

Avaliação Prática
De: 29/08/2018 às 13:30
Divulgação do Resultado: 31/08/2018 às 11:30
Local de realização: SESI Lages - Rua Campos Salles, 1588, Gethal - CEP: 88520-290 - SC - Lages

Resultado Final
Divulgação do Resultado: 03/09/2018 às 11:45




2. CLASSIFICAÇÃO:

2.1 A nota de cada prova e a média final será considerada em números com duas casas decimais em notas de 0 (zero) a 10 (dez). A nota mínima para classificação nas etapas de avaliação, para que o candidato permaneça no processo seletivo, é de 6 (seis).

2.2 No caso de haver mais de 10 (dez) candidatos aprovados na etapa Prova Teórica, o Sistema FIESC poderá optar por classificar apenas os 10 (dez) primeiros candidatos que tiveram as maiores notas na Prova Teórica para a próxima etapa do processo seletivo, respeitando os empates de notas do décimo classificado.

Observação: Se realizada a classificação dos 10 (dez) primeiros candidatos, conforme o número de participantes ou aprovados na etapa, a FIESC poderá realizar segunda chamada dos próximos 10 (dez) candidatos aprovados na etapa anterior, conforme ordenamento de nota. Se realizada a segunda chamada, será divulgado via errata de processo seletivo e encaminhada a informação via e-mail cadastrado no currículo do candidato.

2.3 A nota final (NF) do candidato será obtida mediante média ponderada, aplicando-se a seguinte fórmula:

NF = ((PT+(PP*2))/3)

Significado das siglas utilizadas em fórmulas de cálculo:

PT: Nota de Prova Teórica
PP: Nota de Prova Prática
RT: Nota da Redação Técnica
ENT: Nota de Entrevista
PC: Nota de Prova Composta (média da soma das etapas de avaliação)

Observação: Considerar apenas as avaliações descritas neste processo seletivo.

2.4 Em caso de empate, a ordem de classificação será realizada seguindo os seguintes critérios:

1º) Melhor desempenho no critério de maior peso definido para o processo seletivo;
2º) Maior grau de escolaridade. Caso seja similar, o candidato que apresentar maior número de titulação;
3º) Tempo de experiência: será realizado conforme as informações registrados no currículo do candidato, devendo ser analisadas e investigadas durante as etapas de avaliação, conforme requisito descrito em comunicado de processo seletivo.

Em processo seletivo que não exige experiência, será considerada a experiência relacionada a atuação da função.

Poderá ser aplicada a composição de duas avaliações, sendo considerada uma única nota, obtida através da soma das notas obtidas em processo seletivo. Nesse caso, o resultado da soma das duas notas compõe a média final do candidato, não ocorrendo eliminação na primeira etapa quantitativa.


3. DA ADMISSÃO:

3.1 O candidato aprovado no processo seletivo, deverá apresentar os documentos obrigatórios para contratação: Exame Médico Admissional que será agendado pela FIESC com resultado apto para a função; Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS; Comprovante de Programa Integração Social - PIS; Certidão de nascimento ou casamento; Carteira de Identidade; CPF; Título de Eleitor; Certificado de reservista; Dados da Conta Bancária; Comprovante de Escolaridade e CPF de todos os dependentes. A Carteira Nacional de Habilitação - CNH - deverá ser obrigatoriamente apresentada quando requisitado no comunicado de processo seletivo.

3.2 Será desclassificado do processo seletivo o candidato que não entregar os documentos requisitados no prazo de 3 (três) dias após a convocação para admissão.

3.3 Para a função de Docentes do Ensino Superior, além dos documentos acima, o candidato deverá apresentar Curriculum Lattes atualizado; Cópia autenticada do diploma de graduação e pós-graduação e da carteira profissional.

3.4 Candidatos estrangeiros poderão participar dos processos seletivos desde que tenham a documentação necessária para uma futura admissão, destacando-se: Carteira de Identidade de Estrangeiro; Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS (com nº do PIS) e CPF (além dos outros documentos citados na listagem para admissão constante nesse comunicado).

3.5 Os candidatos aprovados terão seus nomes publicados no site Trabalhe Conosco da FIESC e serão admitidos de acordo com a ordem de classificação e com o número de vagas, quando o Sistema FIESC apresentar a necessidade efetiva de sua admissão. Os candidatos assumirão o compromisso das suas funções no Sistema FIESC apenas após a assinatura do contrato de trabalho.

3.6 A convocação do candidato para a admissão se dará por ordem de classificação. O contato poderá ser realizado via chamada telefônica,whatsapp ou e-mail cadastrado no momento de sua inscrição. É de inteira responsabilidade do candidato manter os contatos atualizados para garantir o seu direito de admissão de acordo com a sua classificação, observada a data de validade do processo seletivo. No prazo de 04 horas, a ausência de resposta ao e-mail enviado ou à chamada telefônica da convocatória para admissão será considerada desistência da vaga acarretando na perda do direito à admissão e, consequentemente, na desclassificação. A atualização dos dados cadastrais deverá ser realizada pessoalmente, por e-mail ou por telefone, na Unidade em que o processo seletivo foi realizado.

3.7 Os candidatos remanescentes do processo seletivo permanecem no Banco de Candidatos, em ordem de classificação no Processo Seletivo e poderão ser chamados (por e-mail, telefone ou carta registrada) durante o período de validade do processo. Os candidatos podem ser chamados nos casos de desistência ou desclassificação de candidato selecionado, bem como para preenchimento de nova vaga na qual seja exigido perfil semelhante ou compatível. O candidato poderá também ser chamado para outras Regionais do Sistema FIESC. Se recusar a oportunidade em Unidade diferente daquela a qual se candidatou não terá prejudicada sua classificação no processo seletivo e permanecerá no Banco de Candidatos.

3.8 Vagas para cadastro de reserva: o Sistema FIESC poderá abrir processo Seletivo para Cadastro de Reserva e os candidatos aprovados serão admitidos, em ordem classificatória, mediante demanda do Sistema FIESC, durante o período de validade do processo seletivo.


4. PARTICIPAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E REABILITADOS:

4.1 Para a inclusão de Pessoas com Deficiência ou Profissional Reabilitados no quadro de colaboradores e em atendimento à lei 8.213/91, o candidato com deficiência ou reabilitado deve estar enquadrado nas categorias discriminadas no Decreto Federal nº 5.296/04.

4.1.2 O candidato com deficiência ou reabilitado deverá no momento da inscrição, em campo definido para essa esta identificação, declarar-se pessoa com deficiência ou reabilitada. A pessoa reabilitada ou com deficiência deverá informar as condições especiais necessárias para a realização das provas das etapas do processo seletivo, caso hajam, considerando a igualdade de condições para a participação mesmo com as possíveis limitações que possam apresentar.

4.1.3 No dia da realização da prova teórica o candidato com deficiência deverá apresentar laudo médico, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças- CID. No caso de candidato reabilitado, esse deverá entregar o Certificado do INSS.


5. REGRAS GERAIS:

5.1 O preenchimento das informações cadastrais e curriculares é de inteira responsabilidade dos candidatos. O Sistema FIESC fará a avaliação curricular utilizando as informações DESCRITAS nos currículos cadastrados no site. A descrição de experiência que contemple o link do Curriculum Lattes do candidato será considerada somente nas vagas de Docência ou com foco em Inovação e Tecnologia.

5.2 O Sistema FIESC não se responsabiliza por inscrições não realizadas por motivos de ordem técnica de computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados.

5.3 O Sistema FIESC reserva-se o direito de excluir do processo seletivo as inscrições cujos currículos estejam com informações incompletas.

5.4 As inscrições poderão ser prorrogadas a critério do Sistema FIESC. Esta decisão será comunicada por meio de erratas publicadas no Comunicado de Processo Seletivo. A prorrogação de processo poderá implicar também na mudança de datas para a realização das outras etapas do processo.

5.5 Como forma de facilitar a participação do candidato e otimizar o tempo disponível para realização dos processos seletivos, o Sistema FIESC poderá optar por realizar mais de uma etapa em 1(um) único dia (ou, se necessário, em dia subsequente). Dessa forma, se descrito em cronograma, o candidato participará das etapas e, no caso de reprovação, as etapas seguintes serão desconsideradas para correção.

5.6 O resultado de cada uma das etapas do processo seletivo é divulgado no site da FIESC - Trabalhe Conosco. É de responsabilidade dos candidatos acompanhar as informações no site relacionadas com o processo seletivo.

5.7 O candidato que tiver interesse em saber a nota obtida em cada etapa do processo seletivo deve solicitar por enviar e-mail com solicitação para o endereço que consta ao final do Comunicado de Processo Seletivo.

5.8 Os candidatos contam com 15 (quinze) minutos de tolerância para entrada na sala de realização de etapa de prova teórica e 10(dez) minutos de tolerância nas demais avaliações. Esse tempo de tolerância é considerado a partir do horário estipulado para início da prova que consta no comunicado do processo seletivo. Nenhum candidato poderá retirar-se da sala antes deste período de tolerância.

5.9 Não será permitido ao candidato permanecer no local de aplicação das provas, portando aparelhos eletrônicos ligados, bem como a comunicação entre candidatos. O descumprimento desta instrução implicará na eliminação do candidato no processo seletivo.

5.10 O Sistema FIESC poderá desclassificar o candidato em qualquer etapa do processo seletivo caso ocorra alguma discrepância ou falsidade nas informações ou documentos apresentados.

5.11 A revisão de etapas de avaliação do processo seletivo se dará mediante pedido formal de "Esclarecimento" apresentado pelo candidato via e-mail, no prazo de 04 horas a partir da data e hora da publicação do resultado de cada etapa do processo seletivo. O candidato deverá ser claro, consistente e objetivo em seu pleito. A verificação de prova, será permitida, dentro deste prazo de 4 horas, porém presencialmente.

5.12 Para a etapa de análise curricular, será considerado o pedido de revisão somente em casos de inconsistência na análise dos requisitos da vaga, no prazo de 04 horas a partir da data e hora da publicação do resultado de análise curricular. Solicitações vinculadas ao não cadastramento de escolaridade, formação ou experiência não serão consideradas para revisão da etapa.

5.13 A inscrição do candidato, bem como sua participação no processo seletivo, caracteriza o pleno conhecimento sobre as instruções contidas neste comunicado, bem como expressa seu aceite com relação aos termos deste.

5.14 Para funções que necessitam de deslocamento com veículo da organização para atendimento da indústria e/ou de processos em diferentes unidades, será exigido durante os processos seletivos a comprovação de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com validade vigente.


6. CONSIDERAÇÕES FINAIS:

6.1 O presente processo seletivo terá validade de 01 (um) ano, a partir da data de publicação dos candidatos classificados. Este prazo pode ser prorrogado por igual período, a critério do Sistema FIESC.

6.2 Fica assegurado ao Sistema FIESC o direito de justificar e cancelar o processo seletivo antes da assinatura da admissão.

6.3 Após a divulgação dos candidatos aprovados e terminado o prazo para revisão do processo seletivo, os currículos em meio físico dos candidatos reprovados ainda na análise curricular serão destruídos, permanecendo apenas o registro em banco de dados informatizado.

6.4 A participação de candidato com vínculo empregatício em uma das entidades integrantes do Sistema FIESC, será permitida desde que o mesmo possua enquadramento salarial igual ou inferior ao da vaga para a qual está se candidatando, em respeito ao art.7º, inciso VI, da Constituição Federal.

6.5 A participação de profissionais que já possuam vínculo empregatício com alguma das entidades integrantes do Sistema FIESC é permitida, no entanto, em caso de aprovação neste processo seletivo de entidade diferente da que estiver atuando, o candidato deverá optar pelo vínculo que deseja manter.

6.6 Somente poderá habilitar-se ao processo seletivo o candidato que não tenha sido demitido por justa causa pelas entidades que compõem o Sistema FIESC.

6.7 Ex-colaborador demitido sem justa causa ou que pediu demissão, aprovado em processo seletivo, deverá aguardar o decurso do prazo de 6 (seis) meses, contado da data da rescisão, para reingressar na entidade em que trabalhou, observada a existência de vaga e ordem de classificação. Durante este período, serão chamados os demais candidatos aprovados, seguindo a ordem de classificação.

Responsável pelo processo seletivo:
KATIANA KUHLKAMP
katiana.kuhlkamp@sc.senai.br

NOSSO MUNDO DE OPORTUNIDADES